AMTU - Associação Matogrossensse dos Transportes Urbanos

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Vídeos Institucionais
MTU - Bilhetagem Eletrônica

Bilhetagem Eletrônica

 SISTEMA DE BILHETAGEM ELETRÔNICA

 

Como funciona?    

    

No sistema de bilhetagem eletrônica são utilizados cartões dotados de um chip de memória e segurança, onde ficam armazenados os créditos equivalentes ao número de passagens que o usuário adquirir. O cartão é recarregável, substitui o dinheiro e os antigos  passes escolares e vales- transportes de papel cedidos pelas empresas aos trabalhadores. Ao aproximar o cartão do validador (equipamento de leitura do cartão) que fica dentro do ônibus, o valor da passagem é descontado dos créditos armazenados no cartão e a catraca, então, é liberada.

 

Uma das vantagens da bilhetagem eletrônica é a praticidade. Ela torna mais fácil o embarque, descomplicando a vida dos passageiros, que não precisam mais aguardar pelo troco antes de passar pela catraca. Outra vantagem do sistema de bilhetagem é a segurança tanto para os trabalhadores do transporte coletivo como para os usuários. Mesmo assim, quem ainda não possui o cartão poderá pagar a tarifa em dinheiro ao cobrador.

 

A bilhetagem foi implantada em abril de 2005 em Cuiabá e Várzea Grande pela Associação Matogrossense dos Transportadores Urbanos (MTU), seguindo critérios estabelecidos pela Secretaria Municipal de Transportes Urbanos de Cuiabá (SMTU), Secretaria de Transportes Urbanos de Várzea Grande (STU) e AGER-MT  – Agencia de Regulação de Serviços Públicos Delegados de Mato Grosso.

 

 

Vantagens:

-A segurança dos créditos é um dos atrativos da bilhetagem. Segurança por que o passageiro pode bloquear o seu cartão em caso de perda ou roubo, bastando, para isso, comunicar o fato ao Departamento de Atendimento ao Cliente, pelo fone: 0800-646-2544 ou 3624-2544 de forma simples e rápida. Quando o bloqueio de um cartão é solicitado, a MTU envia uma lista de bloqueio aos ônibus. Esta lista é enviada todas as noites e a partir disso todos os créditos que não tiverem sido utilizados serão restituídos em um novo cartão, com toda a tranqüilidade que a nova tecnologia oferece. Para fazer uma segunda via do cartão transporte será necessário ir até a sede da MTU na Rua Joaquim Murtinho, 775 e pagar uma taxa de R$8,00.

 

-Ao reduzir a quantidade de dinheiro circulando nos ônibus, a bilhetagem também vai favorecer a diminuição dos riscos de assalto nos coletivos.

 

-A praticidade e a agilidade serão mais dois aliados do sistema. Nada de moedas caindo pelo chão nem de tempo perdido aguardando o troco. Basta aproximar o cartão do validador para ter sua passagem liberada. Em troca, o passageiro terá agilidade no embarque. Problemas com troco para notas de alto valor serão fatos do passado para quem optar pela modernidade ofertada pela bilhetagem eletrônica.

 

-A bilhetagem também foi pensada com objetivo de evitar fraudes no sistema de transporte já que a tecnologia utilizada impede clonagens e falsificações dos cartões.

 

-Com dados operacionais mais precisos sobre o fluxo de passageiros e a quilometragem percorrida em cada viagem, será possível otimizar o transporte coletivo urbano, identificar novas demandas e redistribuir o número de viagens nas linhas existentes para a busca de melhoria contínua da oferta do serviço de transporte à população.

 

 

Onde a bilhetagem foi implantada?

  

A Bilhetagem Eletrônica foi implantada nos ônibus do Sistema Municipal de Transporte de Cuiabá e Várzea Grande e no Sistema Intermunicipal das duas cidades. Com isso, todas as empresas que operam o sistema de transporte nas duas cidades: Princesa do Sol, Pantanal Transportes, Norte Sul, União Transporte e as empresas de micro-ônibus instalaram em seus ônibus catracas eletrônicas.

 

 

Os diferentes tipos de cartão:

  

Confira os tipos de cartões para os passageiros que utilizam a bilhetagem eletrônica:

Vale-Transporte: Atende as pessoas que possuem direito ao vale-transporte. O passageiro deve lembrar que a propriedade do cartão é dele mas a empresa onde trabalha, é quem cabe gerir o processo de aquisição dos créditos  junto a MTU, bem como a sua manutenção de saldos e créditos. Não possui carga mínima de armazenamento de créditos e é recarregável.

 

TEM Integração: É uma opção de cartão para o passageiro que paga a tarifa com dinheiro. Destina-se à população em geral que não é beneficiária do vale-transporte ou do passe escolar. O TEM Integração é recarregável e atende a demanda de passageiros do sistema que costuma comprar créditos.

Cartao Portador: É um cartão inteligente que garante praticidade e segurança aos usuários e visitantes que precisam obter créditos eletrônicos para pagamento de passagens do transporte coletivo de Cuiabá. Os cartões possuem créditos específicos, onde o valor mínimo é de uma passagem de Cuiabá R$2,85 e o máximo de R$600 reais. O usuário pagará R$2,85 pelo cartão TEM ao Portador que poderá ser adquirido em um dos pontos de venda credenciados ou nas agências da MTU. Quando o cartão estiver com saldo zerado, o usuário podera devolver o cartão nas agências da MTU e receber o valor pago pelo cartão (R$2,85) ou inserir o cartão no validador do ônibus o que liberará a roleta. 

Passe Escolar: O passe escolar é utilizado por todos os alunos da rede de ensino público e particular que utilizam o transporte municipal de Várzea Grande e o Transporte intermunicipal entre Cuiabá e Várzea Grande, contemplados pela legislação com desconto de 50% do valor da tarifa. O cartão é recarregável traz a foto e os dados do beneficiário para a correta identificação pelo cobrador. Os usuários possuem limites de compra por mês, de acordo com a grade escolar. O Passe Escolar é valido para a locomoção residência-escola-residência, no município de Várzea Grande e na ligação intermunicipal até Várzea Grande.

 

Passe Livre: Substitui o passe escolar no município de Cuiabá e é utilizado por todos os alunos da rede de ensino público e particular  que utilizam o transporte coletivo municipal. O passe livre é subsidiado em 50% do valor da tarifa pela Prefeitura de Cuiabá. O cartão é recarregável traz a foto e os dados do beneficiário para a correta identificação pelo cobrador.

 

Gratuidade: É o cartão fornecido a todos os usuários amparados legalmente por alguma gratuidade. O cartão Gratuidade deverá ser apresentado ao cobrador, que só depois de conferir a identidade do portador irá autorizar a sua passagem pela catraca.

 

Cartão Melhor Idade: O cartão da Melhor Idade surgiu como um benefício ao usuário Idoso com mais de 65 anos. Para obtê-lo é necessário comparecer a agência entral da MTU para fazer o cadastro e obter o cartão na hora. Os novos cartões são gratuitos, sem restrições de créditos e dão direito aos idosos de entrar pela porta da frente e passarem pela catraca como os demais usuários do transporte coletivo sem necessidade de apresentação de documentos.

 

 

Os idosos de Cuiabá e Várzea Grande também poderão usar cartão transporte gratuito e passarem pelas catracas dos mais de 600 ônibus do transporte coletivo. O Cartão da Melhor Idade foi lançado no dia 28/12 numa solenidade realizada na agência central da Associação Matogrossense dos Transportadores Urbanos (MTU) numa parceria com a Prefeitura de Cuiabá.

 

 

 

Rua Joaquim Murtinho, nº 775, Centro
CEP: 78.020-290 - Cuiabá/MT
Fone: (65) 3313-7600 | 0800 646 2544